Sábado, 4 de Abril de 2009

A vitória da mesmice-compasso quaternário.

Sempre que ensino divisão rítimica para meus alunos falo duas coisas a respeito do assunto :
 
1-A música mundial é quaternária, primordialmente.Claro, excluimos valsas e tarantelas , por exemplo, para tal generalização.


2-A brasileira é binária, por excelência.


A nossa marcha-rancho é quaternária, muitos frevos tambénm mas samba, bossa-nova, choro, sambas-canções e muitos outros ritmos são binários em sua maioria.


3-Além disso, ela divide o tempo em quatro (semi-colçvheias) enquanto a maioria da música mundial o subdivide em dois (colcheias).


4-E fazemos uso largo das sícopes.
 
Na Europa, na América do Norte, na do Sul, na Central...tudo gira no quaternário.
Até Cuba, cheia de swing tem ritmos primordialmente quaternários.
 
Daí o sucesso de nossa música em termos ritmicos (nem falo de nossas belíssímas harmonias).
 

Pode-se cantar compassos de colcheias sem se mexer.
 
Mas as antecipações do samba e da bossa?
 
Duvido que ao menos não se mexam os ombros.
 
Hoje mais uma vez no mercado (aquele que em outra mensagem colocou no ar um rap falando em estrupo, fazendo sua apologia-afinal, o papa perdoa, né?).
 
O que ouço mais uma vez, para não dizer SEMPRE?
 
Um péssimo, horroroso roquinho nacional.
 
Dia após o outro.


Antes que os defensores dos frascos e comprimidos se alevantem, todos têm direito de tocar e ouvir ou fazer a música que quiserem.
 
Mas porque o rock é a música OFICIAL, aliás, OBRIGATÓRIA agora?
 
Assim como provavelmente a continuarmos assim nem os negros (os grandes contribuidores da música e cultura popukar) não mais saberão oque é samba.
 
Todos "rappers" (de onde vem isso mesmo???Será daquele país do Norte?Do qual costumamos copiar apenas o que têm de RUIM?).
 
Os que não o forem serão roqueiros.
 
E ninguém se lembrará um dia que já fomos binários, sincopados, suingados...
 
É isso que queremos???
 
Reflitam um pouco, por favor.
 Isso é evolução?modernidade?
 
Inevitável? (lembram-se da inevitável "globalização" que deu nisso que hoje vemos).
 Já que sempre copiamos tudo (vide oexemplo máximo Jô Soares x Dave Letterman), porque não copiar só o que eles têm de bom?
 
Educação até o segundo grau gratuita e obrigatória, por exemplo.

O salário mínimo...


A dignidade com que se trata o trabalhador não importando se ele é porteiro ou causídico...
O respeito aos direitos humanos (só internamente, claro)?

A prisão dos corruptos?
 
Meus dois cêntimos de prosa a respeito.

 

E não digam depois, quando tarde, que não os avisei...
 
.

estado de espírito: Temeroso
música correlata: Só danço samba
publicado por renatoalvim às 13:41
link do post | comentar | favorito

.Algumas informações sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.artigos recentes

. TVer or not TV ???

. Vinte anos "blues" ...

. Nós, os brasileiros, somo...

. Futebol, fair-play e cará...

. Piano para canhotos?

. A vitória da mesmice-comp...

. Músicas Brasileiras em PD...

. O amor é lindo???

. "O mestre-sala doa mares"...

. Manhã de Carnaval - Arran...

.arquivos

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds