Sábado, 16 de Fevereiro de 2008

Rípi e Rópi ???

Caros amigos.

Muitos me acham radical por não gostar do hip-hop e do "funk" (isso que aqui se ouve nunca foi funk).
O que digo é que nada disso é brasileiro.

Tudo copiado dos norte-americanos.
Não é essa a regra, a prática usual?
O normal?

Além de ser mais uma coisa que exclui os músicos.

Devem imaginar, mas a informática desempregou mais músicos do que qualquer outra coisa.

Eu mesmo achava que os bancários houvessem sido os mais prejudicados, mas os músicos vêm em primeiro lugar segundo as estatísticas.

Claro, trouxe inúmeros benefícios, a maioria ainda não explorados a contento.

Mas desempregará a todos em futuro mais próximo do que se imagina.

Prevejo há tempos o "salário ontológico", aquele que será pago apenas por que o humano "existe".

Mas agora todos são "cantores de RAP".

O futuro da Música já chegou e está entre nós!

Sem melodia, só ritmo.

Somente percussão.
(Se eu fosse percussionista adoraria isso, por um lado.mas não deixa de ser excludente).

É claro, já ouvi opiniões de pessoas abalizadas que sugerem que "a  Música morreu quando surgiu o primeiro músico profissional."

Uma opinião.

Não quero entrar nesta questão aqui e agora.

Mas pensem : não há melodia, não há harmonia.

E as letras?

Haverá alguma relação entre elas e as gravidezes dia a dia mais precoces a que assistimos hodiernamente no país?

Entre a televisão, este  ameio de comunicação tornado nefasto pelos poderes corruptos de sempre?

Em minhas aulas de Harmonia, sempre disse que se pode dar um curso inteiro somente com as obras de Jobim ou de Cartola.

Sim, Cartola, tão desvalido quanto os meninos de hoje.
Mais pobre, visto que à sua época não podia ser "avião" do tráfico.

Cartola é um dos que denomino "reis da Harmonia".
Mas também da melodia, das modulações.

Não só ele, mas os sambistas em sua maioria : Nelson Cavaquinho, Zé Keti.
E muitos outros!!!!

Harmonias riquíssimas!

Melodias lindas!

Mas e as letras???

Poesia pura.

Da melhor qualidade.

Arte popular legítima!!!

Comparem com as "letras" de hoje!

A censura nefasta, a da ditadura, acabou.

Mas será que o país estava reparado para tal liberdade?

Creio ter sido um pai diligente em relação à educação sexual.
Apesar de certamente muito ter errado como todo pai, claro.
Desde cedo sempre souberam a verdade.
E desde os nove, dez souberam tudo o que eu sabia.

Mas dar educação sexual não significa levá-los ao prostíbulo aos nove anos.

Hoje, o prostíbulo está em casa.

Para crianças de qualquer idade.

Sou moralista por causa disso?
Antiquado, saudosista?

Os defensores do hip-hop e funk levam ou deixam suas filhas de tenra idade f
reqüentarem os bailes funk?Sós?

A televisão mercadeja e banaliza o sexo para as crianças.

Isso é bom?
Moderno?
Desejável?

Ora direis...essa é a cultura possível diante do desprezo da população, das carências...blá-blá-blahhhh...

Puro paternalismo que esconde a vontade de nunca nada fazer pela Educação.
E do lucro fácil.

Mais alguns anos e não existirá samba no Rio.

E a música CARIOCA, pela qual sempre me apaixonei, que nem o Secretário Conde, será uma coisa a mais copiada dos norte-americanos.


Seremos bilíngues...

Até que o Inglês se torne a língua oficial.

Quando eles nos "salvarem"  tomando a Amazônia de vez.

Ave Bush..." Morituri salutam te!!!!!"
estado de espírito: revoltado.
música correlata: Eu sou o samba!
publicado por renatoalvim às 11:38
link do post | comentar | favorito

.Algumas informações sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.artigos recentes

. TVer or not TV ???

. Vinte anos "blues" ...

. Nós, os brasileiros, somo...

. Futebol, fair-play e cará...

. Piano para canhotos?

. A vitória da mesmice-comp...

. Músicas Brasileiras em PD...

. O amor é lindo???

. "O mestre-sala doa mares"...

. Manhã de Carnaval - Arran...

.arquivos

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds